Cia Pompa Cômica - Teatro



Categorias
Solicite orçamento

Cia Pompa Cômica - Teatro
Redes sociais
Sobre o Fornecedor

A Cia Pompa Cômica existe há mais de vinte anos. Ela foi criada em 1996, dando início ao Projeto Peça-Saúde, que tinha como objetivo a montagem de espetáculos voltados para as questões sociais: drogas, qualidade de vida, prevenção à AIDS, sustentabilidade, segurança do trabalho etc.

Mais sobre o Fornecedor

A Cia Pompa Cômica existe há mais de vinte anos.

Ela foi criada em 1996, dando início ao Projeto Peça-Saúde, que tinha como objetivo a montagem de espetáculos voltados para as questões sociais:

– drogas.

– qualidade de vida.

– prevenção à AIDS etc.

Percebendo o grande benefício que estes temas levavam à população, partiu-se para assuntos mais abrangentes, e não menos importantes, meio ambiente, educação no trânsito, reciclagem etc, passando a se chamar Projeto Peça-Saúde & Cidadania.

Atualmente a companhia dispõe de mais de 15 espetáculos e participa de fóruns, seminários, campanhas, programas de saúde e outros tipos de eventos.

Realiza parcerias com:

SESI, SENAI, SESC e diversas outras empresas, escolas e sindicatos: Citybank; SABESP; CLARIANT; Petrobrás; Correios; B. ITAÚ; Metro; Melhoramentos; Cento Empresarial de SP; Instituto Socioambiental Abaré; UNIMED; Hospital São Luiz; Hospital Alberto Sabin; Suzano; ESAB; Triatlon; Tetrapak; Gunnebo Industries; Nestlé; CBA; Pedrix; Itaquareis; Prensa Jundiaí; Abril Editora; CSN; Bradesco; Infraero; VW; Grupo Kaefer; Braskem; CET; Atacadão; Colégio Moema; Pueridomus; Embraer; EMTU; TV GLOBO; Varig; Visteon; Febraban; Holcim; TVA; USP; Grupo Kaefer; Villares; Universidade Mackenzie; ITAÚ Cultura; Sindsaudesp; RIP; etc…

Estes são alguns eventos que participamos:

• Campanha de Prevenção à AIDS da Prefeitura de Diadema.

• Seminário: AIDS e Prog. de Educação Preventiva no Local de Trabalho, organizado pela FOS e SESI.

• Projeto Teatro nas Indústrias do SESI: DSTs/AIDS e drogas.

• II Seminário Paulista de Prevenção: DST/AIDS nos locais de trabalho, promovido pelo PE-DST/AIDS de São Paulo e Secretaria de Estado da Saúde.

• VI Encontro Nacional de Profissionais de Nível Médio, organizado pela ANENT.

• II Encontro Brasileiro de Gays, Lésbicas e Travestis que trabalham com AIDS.

• Projeto Família CBA: DSTs/AIDS e drogas.

• “Da crise para o Sucesso”, organizado pela AAPSA.

• “10 anos de DRHUEG”, Desenvolvimento de RH em Grupo.

• “Dia Mundial de Luta contra a AIDS”, organizado pelo Prog. Municipal de controle de DST/AIDS de Santo André.

• “2º Semana da Juventude”, organizada pela Sec. Educ. Cultura, Esporte e Lazer de Diadema.

• Bienal Internacional do Humor.

• Projeto Qualidade de Vida do METRO: dependência química.

• “Conselho Empresarial Nacional para prevenção ao HIV/AIDS”.

• I Encontro Regional da Terceira Idade – SESC.

• 1° Simpósio Universidade e AIDS: O Estado da Questão, realizado pela UNIMEP.

• “Fórum SESI 2005”: Especialização Esportiva Precoce – Mitos e Verdades – Programa Atleta do Futuro.

• Campanha de Educação no Trânsito, na Semana Nacional do Trânsito, em Santos.

• Projeto Evento Atuação e Participação.

• SEMINÁRIO QUALIDADE DE VIDA NAS EMPRESAS “Implantando Programas de Prevenção e Tratamento do Abuso de Dependência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas no Ambiente de Trabalho”. Organizado pelo COMUDA e o CONEN.

• Semana de Prevenção à Dependência Química de Diadema.

• III Semana de Prevenção às DST/AIDS da Prefeitura de Diadema, organizada pelo CRT/DRT/AIDS.

• Semana de Combate às Drogas da PETROBRÁS (Terminais Planalto).

• Ciclo de Palestras do Plano de Saúde Itaú, com o tema terceira idade e aposentadoria.

• II Conferência Municipal de Participação e Atenção às Drogas, organizada pelo COMUDA e CONEN.

• Fórum Regional de Participação e Atenção às Drogas, em 32 regiões da cidade, organizado pelo COMUDA E CONEN.

• Dia Nacional da Construção Social – CBIC/SECOVI/SECONCI

• Evento “Momento ComViver” – Evento sobre qualidade de vida – Telefônica – 2007

• Virada Cultural 2007 – Secretaria Municipal de Cultura

• Satyrianas 2008/2009/2010

• Campanha Carnaval sem AIDS 2010 – Progr. Mun. de DSTs/AIDS – São B. Campo.

• Estação Despertar – Programa de saúde da VW – 2010 e 2011.

• 1º Encontro SESC de Educação Popular em Saúde – 2011.

• Festival de Teatro de Limeira – 2011.

• Encontro da Terceira Idade, em Bauru – 2011.

• EventoTransporte e Cidadania – SEST/SENAT – 2011.

• I Mostra Teatral dos Direitos Humanos – Studio 184 – 2012

• Fortalecendo a cultura da paz – Programa Escola da Família e Ações Preventivas na Escola – 2013

• 3º Encontro de Dirigentes Regionais de Ensino e Coordenadores – Secretaria de Educação – 2013

• Mostra Anual de Teatro Infantil Sustentável – Projeto MATIS – 2016

• 7º Encontro dos Assistidos – Educando para um Futuro Melhor – EMBRAERPREV – 2016

• Festival Nacional do Circo – APAA – 2017

• Dia do Rio Tietê – SABESP e Salesópolis – 2017

• Dia do Meio Ambiente – SABESP e Salesópolis – 2018

• Circuito Cultural Paulista – APAA – 2017/2018

• O Futuro é Agora – UNIMED – 2018

Em 2005, a Pompa Cômica coordenou o Projeto Evento, Atuação e Participação, que surgiu da parceria entre a Cooperativa Paulista de Teatro e a Secretaria de Participação e Parceria, com o objetivo de levar a vários setores da população espetáculos sobre a mulher, o negro, a diversidade sexual, a participação social, além de drogas e terceira idade, que ficaram por conta da própria companhia.

Também coordenou e produziu o 7º Fórum da Cooperativa Paulista de Teatro: A Arte no Social.

Paralelo a este importante projeto sobre saúde, a companhia criou há 2 anos o Projetovoraz, que visa criar parcerias com outros grupos e companhias teatrais para montagens de espetáculos experimentais, com uma proposta de pesquisa de novas linguagens teatrais.

Participou de “Malkhut”, com direção de Denise Weinberg; “Terrorismo”, dos irmãos Presnyakov e direção de Cristina Cavalcanti; “Paisagem e Silêncio”, de Harold Pinter e direção de Denise Weinberg e “Alguém Vai Vir”, de Jon Fosse e direção de Alexandre Tenório, que ficou em temporada de agosto a novembro de 2006, no Teatro Augusta.

Em maio e junho de 2008, realizou uma temporada de dois meses no Teatro Sérgio Cardoso – Sala Paschoal, com o espetáculo “Brasil de Cabelos Brancos”.

A Pompa venceu a licitação de ocupação do CCSP para temporada de dois meses na Sala Adoniran Barbosa e estreou em março de 2009, o espetáculo “Estão Voltando as Flores”.

Ainda em 2009, cumpriu outras 3 temporadas com diferentes espetáculos:

“Brasil de Cabelos Brancos” – Teatro Satyros 1– maio e junho

“Sete Palmos” – Teatro Satyros 1 – julho e agosto

“Estão Voltando as Flores” – Sala Paschoal Carlos Magno do Teatro Sérgio Cardoso – agosto e setembro.

E, já em 2010, através do edital dos Teatros Distritais, esteve em temporada no Teatro Martins Penna, na Penha, em março e abril.

Também, em 2010, estreiou “ANTIDEPRESSIVOS” – Teatro Satyros 1 – Ficando em cartaz de agosto a outubro.

Além disso, a companhia conseguiu captar recursos para realizar parcialmente o Projeto Arte Saúde & Cidadania na sua Cidade, aprovado pela Lei Rouanet, cujo objetivo é levar seus espetáculos para periferia de São Paulo e cidades vizinhas com pouco acesso à informação e à cultura.

Realizou mais de 50 sessões gratuitas em várias cidades, hospitais, festivais de teatro, encontros, instituições de ensino, asilo etc.

Várias sessões também para o Programa Escola da Família (APE – Ações Preventivas nas Escolas, da Secretaria de Educação).

Há quatro anos desenvolve o Projeto ARTE ESPALHADA, dando continuidade ao Projeto Arte Saúde & Cidadania na sua Cidade, ora patrocinado pela Lei Rouanet, como em 2009, quando percorreu escolas, hospitais, CEUs e várias comunidades, apresentando todos os espetáculos da companhia, ora através do Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo, como em 2011, quando foram realizadas 90 apresentações teatrais, inteiramente gratuitas, em diversos setores da sociedade sem acesso aos bens culturais, contando com a parceria da Secretaria Estadual de Educação, da Projeto APE e do Projeto Escola da Família.

Em 2013, o Projeto ARTE ESPALHADA recebeu da BRASLIDER o Prêmio Excelência e Qualidade Brasil e, com novo patrocínio, realizou, em 2015, mais 50 apresentações, desta vez se estendendo a outros estados.

Atualmente com o espetáculo “PALHAÇOS”, de Timochenko Wehbi, que esteve em temporada no Espaço Parlapatões e no Teatro Sérgio Cardoso, em 2017; participou do Festival Nacional de Circo 2017, em Piracicaba. Fez parte do Circuito Cultural Paulista 2017 e 2018, à convite da APAA.

Em parceria com o SESCOOP há 4 anos, tem levado seus espetáculos a várias cidades e instituições.



Rolar para cima